terça-feira, 7 de outubro de 2008

Burrocracia II


Como aceitar que, na Bahia, minha cidade é uma da dupla que reelegeu prefeito com o Ministério Público no encalço? E aí começam os absurdos do último 5 de outubro.

Era um vez quatro candidatos à prefeitura da cidade. Um deles, o atual prefeito, corrupto; a segunda, talvez fantoche de certo grupo político; o terceiro, o candidato reconhecidamente certo, ficha-limpa, mas sem muita popularidade e peso político; e um quarto que sequer fez campanha, constando apenas para dar o direito de candidatura a um certo vereador.

Muitos "corrige" e "confirma" depois, o corrupto se reelege e o quarto candidato obtém mais votos em algumas seções do que o candidato terceiro. Deprimente! Eleição é o quê? Brincadeira? "Eu sou retardado", afirmou um eleitor de Paulo da Vila.

Para completar, a moda de artista de elegendo chegou até lá. Se bem que nem artista aquilo pode ser considerado. Até minhas paródias de escola eram melhores. Ah, orifício bucal... campanha ao som de "money, it's a crime"...

O fato engraçado é que certo artista local, esse sim digno do nome, afirmou ter sido contratado para criar um jingle para a campanha de uns dos candidatos: "me dá um voto e eu te dou 10 conto, me dá dez voto e eu te dou 10 conto", canta o empréstimo de "Libera o Toim".

Outra particularidade da cidade são os diminutivos. Dos 9 vereadores eleitos, 6 têm apelidos "carinhosos": Carlinhos, Juninho, Ninho, Celinho, Zelinho e Marquinhos. Sem contar o prefeito, cujo nome não cito porque não falo palavrão e não vinculo conteúdo baixo por aqui.

Depois de tudo isso, é pra rasgar o título!

18 comentários:

  1. em termos de censo político o Brasil está mal mesmo, as pessoas não sabem votar (ou sabem? votam mal e ficam esperando para se se encaixam na "boquinha", se sobra um "cascalho" para ajudar no salário do final do mês...)

    ResponderExcluir
  2. não consigo entender os eleitores brasileiros...

    ResponderExcluir
  3. Vc acha isso absurdo? E em São Paulo, que o Paulo maluf, conhecido por ser o político com mais processos de desvio de verba do Brasil, que foi PRESO no começo do ano e é conhecido pela célebre frase "quer estuprar, estuptra, mas pelo menos não mata!", teve uma votação mais expressiva que a Soninha, que é íntegra, honesta e tem uma série de propostas equilibradas.

    Em tratando-se de vereadores, Salvador me decepcionou mais do que São Paulo. Tá bom, nós elegemos o ex-pagodeiro Netinho de Paula, mas Salvador elegeu Leo Kret do Brasil, o travesti dançarino de axé!

    É deprimente a política em terras tupiniquins...

    ResponderExcluir
  4. Não rasgue não, infelizmente isto acontece no país inteiro e só nós com consciência podemos mudar esta situação...escolhendo o menos pior, fiscalizando e cobrando...
    Ví que é jovem, parabéns pela consciência e indignação, pena que a maioria não tem, mas espero que um dia as coisas melhorem.
    Abraços e parabéns pelo post.

    ResponderExcluir
  5. Ê povo burro viu...
    E o pior que isso é no Brasil todo mesmo...


    Aafff...

    ResponderExcluir
  6. o que vc pode fazer pela sua cidade alem de chorar e rasgar o titulo?

    ResponderExcluir
  7. Indignada também!
    Quanto dinheiro nosso nesse comércio de voto.
    Faltou a parte que BOKA dos Teclados foi eleito vereador, não conseguiu nem sucesso como artista, mas consegue representar a cidade na câmara.
    Vai ser um show de arroxa no poder. O vice canta, o prefeito dança, e BOKA do povão toca.
    Imundos! Que usam da necessidade do povo pra se eleger e depois colocar a família toda pra ajudar a roubar o dinheiro que gastou.

    ResponderExcluir
  8. onde assino??
    e ainda o pessoal que perde é chamado de baleado, pois pelo menos num deu meu voto a um corripto. Mas é triste vê candidatos pífios sendo elito, por isso que nosso Brasil lindo num vai para frente!

    ResponderExcluir
  9. O Eleitor jacuipense,em sua maioria, está mais para Irmão Metralha que para o Pateta.

    Ninguém foi enganado, o esquema era claro e foi aceito por quem tem na sua indole a veia corrupta, e carrega consigo a ilusão e fazer parte da quadrilha.

    ResponderExcluir
  10. Huahauhauauuah.... adorei os ultimos paragrafos, vamo la... Sou de acordo com a frase em que muitos falam que a cidade é espelho de seus eleitores; è verdade! Riachão é formada por uma sociedade de pessoas falsas, egocentricas e cujo maior esporte é criticar sobre a vida alheia, tais comportamentos refletem na escolha de seu candidato, onde o povo não leva em conta suas propostas duvidosas, como tambem se ele é rico, quantos carros tem e quantas casas em outras cidades.
    Antes de tudo, deve-se haver uma mudança cultural, para em seguida vir a se pensar em politica.

    ResponderExcluir
  11. Boa crônica, Rudivis. Deu uma geral do que foram as eleições por aqui.

    ResponderExcluir
  12. Caio e as nossas verdades!!!
    Desmascaradas...
    Citadas...
    Indubitável corrupção q se prolonga...
    Que pena Riachão...

    ResponderExcluir
  13. Mas não se preocupe (ou melhor, se preocupe), pois isso não é só na sua cidade. Aqui, nas cidades do Maranhão, as coisas não andam muito diferentes.
    Se for falar em vereador então, aí é que se encontram nomes ridículos. Ex.: "Espoca Urna" (acredite, não é brincadeira).

    http://caution-x.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. Quem entender o ser humano ganhará um prêmio,um grande prêmio,porque quando você jura que entendeu você vê que não entendeu..

    ResponderExcluir
  15. "O Brasil não tem povo, tem público."

    Lima Barreto

    Diz tudo.

    bookstealer.blogspot.com

    ResponderExcluir
  16. E pra completar, hoje, estão aqui comemorando a vitória.
    Tem um trio na rua, "alegrando" a população.
    A velha politica do pão e circo.

    ResponderExcluir
  17. Bom que vocês digam que a nossa cidade só tem pessoas falsas e egocêntricas é um problema de vocês, afinal estão aqui para espressarem sua opinião. No entanto queridos "colegas e amigos", existe o respeito. Não estou aqui para defender um ou outro, afinal isso não cabe a mim, mas sim para dizer a vocês que sou jacuipense, dei meu voto com consciência e me orgulho dele. Seja a favor ou contra a situação política de nossa cidade estou aqui como cidadã e escolhi com consciência o que é melhor para minha cidade. Criticar é muito fácil, basta apenas digitar ou abrir a boca, agora existe além disso uma palavra bem simples: RECONHECIMENTO! Nossa cidade tem corrupção? SIM! Mas e o crecimento que a atual gestão deu a ela, isso não se pode enxergar?! Talvez as coisas realmente fiquem "por baixo do pano" ou a população fecha os olhos para as coisas boas e abre para as ruins?! Mas enfim, é a opinião de vocês! Parabéns Caio pelo espaço, o conteúdo está digno de se ler, continue assim, não deixe que seu potencial seja "endurecido" por certas paixões.
    Abraços!

    ResponderExcluir