sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

Comsentimento

La Lectrice Soumise, Magritte

O poeta estava certo.

Se o poema nasce do espanto,
eis por que não posso lhe escrever:
porque nada tem de surpreendente o meu querer
.

6 comentários:

  1. Percepção certeira.Belo poema, Caio!

    ResponderExcluir
  2. o seu querer sempre me surpreende.

    ResponderExcluir
  3. Há um "você" implícito aí? ^^

    Começo a gostar mais destes curtos poemas.


    Um abraço

    ResponderExcluir
  4. Se não houve espanto, nao haveria poema postado.

    ResponderExcluir